A maioria das crianças passam pela fase de desobediência ao que os pais falam. Você pode pedir para ir tomar banho, comer no horário, arrumar os brinquedos e parece que não há ninguém ali falando.

Segundo a psicologia, essa fase é mais comum entre os 2 e os 5 anos, a criança está passando por um processo de desenvolvimento onde consegue ter senso de identidade, independência e autonomia e justamente para conseguir continuar desenvolvendo tudo isso nessa fase, começam apresentar comportamentos desobedientes.

Como mencionado, a grande maioria dos pais passam por isso, é preciso paciência e lembrar que nem sempre é fase, algumas coisas podem refletir o comportamento da criança.

O que pode estimular a desobediência das crianças?

1 – Pais autoritários

Muitas crianças são criadas em ambientes mais autoritários, onde o processo de obedecer é reproduzido somente para evitar castigo ou bronca. Dessa forma, a criança não reflete sobre seus comportamentos. Essas crianças podem nunca encontrar seu lugar de falar, para expressar opinião e desejos, já que o adulto comanda a situação sem dar esse espaço.

O resultado de tudo isso são crianças que se “revelam” e se tornam desobedientes, além de outras consequências em relação a auto – estima. A autoridade é algo importante, mas também é preciso dar espaço para a criança ajudar em algumas decisões e ser ouvidas. Tudo deve ser feito com equilibro.

2 – Pais tolerantes

Falando em equilíbrio, temos outro exemplo. É ótimo ser amigo dos nossos filhos, ser flexível em algumas decisões e deixar a criança participar de forma ativa. Porém, quando esse comportamento se apresenta de forma exagerada, os pais perdem toda autoridade e claro, quando decidem dar uma recomendação, as crianças não levam a sério, porque sabe que tudo será sempre tolerado.

3 – Pais negligentes

Os pais negligentes são aqueles que não ofertam o vínculo afetivo necessário para o desenvolvimento saudável. Além de estarem formando crianças carentes, estão reforçando o comportamento de desobediência, que muitas vezes acontece para chamar atenção e ver se ganham “algo”.

Lidando com crianças desobedientes

1 – Identificar a desobediência

O primeiro grande passo, é conseguir identificar a desobediência, que vai aparecer por volta dos 3 anos de idade. É preciso entender que a desobediência vai acontecer em algum momento, ou seja, é preciso saber identificar quando é um comportamento situacional ou quando é recorrente e anda passando dos limites.

2 – Motivação

Por vezes, os pais vão focar somente no comportamento de desobediência da criança, o que não é nada saudável. Por isso é bem importante reforçar quando a criança tem comportamentos positivos, a parabenizar e permitir que ela se expresse na hora que estiver explicando sobre o ato da desobediência para ela.

3 – Não perder a calma

Não é fácil controlar a irritação frente a um comportamento de desobediência, principalmente depois de um dia cansativo no trabalho. Mas, se comportamentos agressivos (seja gritar ou bater) tomarem conta de você, com certeza a criança vai continuar desobedecendo, além de causar ainda mais problemas.

O ideal é se colocar na altura da criança (o contato visual é bem importante nessas horas) e falar com calma sobre o comportamento que ela está apresentando.

4 – Estabelecer limites e regras

Limites e regras serão o direcionamento para que a criança não desobedeça, por isso é importante que eles existam e sejam claros, sempre levando em conta a faixa etária que o seu filho se encontra.

Converse sobre as regras e limites, faça a criança entender quais são elas e porque devem ser seguidas, essa é a melhor forma da criança obedecer por entendimento e não por medo dos pais ou da punição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here