Hoje li um artigo interessante no Jornal I Online que trata sobre a Gripe h1n1 e as crianças. O artigo aborda a necessidade de fazer com que as crianças sintam-se seguras, salientando que os pais devem explicar e responder as perguntas das crianças de uma maneira simples. Diversos pediatras elucidam neste artigo as dúvidas mais comuns dos pais.

Pontos Importantes:

Deve-se também transmitir as regras de higiene necessárias para se evitar o contágio como:
– Lavar sempre as mãos
– Evitar levar as mãos aos olhos, boca e nariz
– Dormir Bem
– Alimentar-se Bem

* No caso de existir suspeita de gripe, a criança deve sempre ficar em casa e ser observada por um pediatra. Caso a criança manifeste sintomas da doença, não deve ir à escola ou ao infantário. É importante que fique em casa, em isolamento, para evitar a propagação do vírus. A ingestão de líquidos deve ser reforçada para evitar a desidratação e o apetite da criança deve ser respeitado.

As Escolas:

As escolas e outros estabelecimentos de ensino assumem um papel importante na prevenção de uma pandemia. Aos docentes cabe a tarefa de explicar às crianças as regras que devem ter em conta para evitar o contágio. Sempre que um aluno apresente febre durante a permanência na escola, deve promover-se o seu afastamento das restantes crianças e deve contactar-se os pais. A criança deverá observada por um profissional de saúde.

Infantários e ATL:
Ensinar as crianças mais pequenas a esconder o espirro e a utilizar o mesmo lenço apenas uma vez. Devem ser desinfectadas todas as superfícies,desde as maçanetas das portas até aos brinquedos e outros materiais que as crianças partilhem. As medidas habituais de higienização devem ser reforçadas e as crianças devem lavar as mãos mais vezes.

Praias e parques infantis:
Todos os espaços ao ar livre são recomendáveis, porque reduzem as possibilidades de contágio. Os maiores problemas surgem em espaços fechados onde não haja circulação de ar.

Centros comerciais:
Não se deve levar as crianças aos centros comerciais, locais fechado facilitam a propagação dos vírus.

Leia o artigo na íntegra e saiba mais sobre a Gripe h1n1 e as Crianças:

Jornal I Online | Seis maneiras de lidar com a gripe e proteger as crianças

42 COMENTÁRIOS

  1. Por gentileza tenho um neto com 2 anos e seis meses . Teve uma gripe muito forte com febre e todo mais, levei ao hospital pq. a febre era alta e como ele já teve espasmo febril temos muito medo. Foi medicado e ficou realmente 15 dias para “curar” essa gripe. Não passou quinze dias teve recaída pegou de novo a gripe e dessa vez com inflamação no ouvido levamos a pediatra e nos passou um antibiótico Ceclor na bula diz que é para tratamento dessa gripe muito embora a pediatra não tenha afirmado que fosse. Ele está sem febre porém, muita mas muita tosse e catarro não sei mais o que fazer com a tosse, que incomoda muito o pequeno. O que poderia ser feito? e quanto tempo dura se for uma recaída dessa doença podem me dizer? Grata.

    • Eliane, não sei em que país vc se encontra.Nem todo gripe deve ser considerada h1n1.
      Na Europa pessoas que tem ficado com gripe realmente tem demorado a se recuperar, por volta de um mês.
      Quase sempre a tosse permanece mesmo após a gripe ter ido embora, porém em se tratando de um bebê sugiro que você leve-o novamente ao médico e veja o que pode ser feito com relação a isso;a final nós adultos nos aguentamos mais, já um bebê é muito incômodo para ele estar assim.

  2. oi, filha tem 7 anos ficou 4 dias com febre alta e esta ainda com tosse ela toma amtibioticos mas não melhora …………. pra febre, anti alérgico,saiu feridas no céu da boca, o que falta ainda pra sarar isto tudo.

  3. Oi Eu estou com uma filha de 2 anos de 7 meses,eu fui ao posto de saúde para vacina-na e me disseram que ela não podia tomar a vacina da H1N1 ,eu sair frustrada,hoje ela esta a mais de 3 dias com uma gripe muito forte,não tem nada que eu dê que faça passar essa gripe estou preocupada .o que devo dar para ela se ela realmente estiver com essa tal gripe?será que ela realmente não tem direito a essa vacina só por que ela tem 2 anos e sete meses?

    • Sandra vc deve levar sua filha ao pediatra e explicar a situaçao, nao dê remedios a ela por conta propria pode ser mto eprigoso pois ela ainda é muito pequenina. Procure um médico.

  4. gripe A – chego a conclusão que é tudo uma fantochada.
    A minha filha de 3 anos tinha que tomar a 2º dose no dia 4 de Fevereiro, o que não foi possivel pois esteve doente e ainda continua a tomar medicação. A pediatra disse que a 2º dose poderia ser adiada até 15 dias a data prevista para a toma . A linha 24 (saude publica) disse que tinha o prazo de 8 semanas. O centro de saude disse para eu ir quando quisesse que não tinha indicação de prazos para a 2º dose e mais espantoso foi dizer para ir quando eu quissese pois não é necessario marcação. ISTO TUDO É ABSURDO. ENTÃO NINGUEM SABE OS PRAZOS PARA ADIAMENTO DA 2ª DOSE!!
    OS CENTROS DE SAUDE NÃO TÉM QUE FAZER AS MARCAÇÔES? ou sera que se anda a deitar vacinas para o lixo?
    Andamos todos a pagar para esta palhaçada.

  5. Olá, gostaria de saber se a vacinação das crianças contra o H1N1, até aos dois anos é obrigatória. Terá algum efeito secundáro?
    Sei que existem várias pessoas que já tiveram a gripe A e passou com os cuidados normais que temos quando temos outro tipo de gripe, ou seja, mantendo-se em casa de resguardo, tomando analgésico por causa da febre e bebendo muitos liquidos.
    obrigada pela atenção.

    • Paula é aconselhável uma consulta com o pediatra que poderá lhe orientar correctamente. Com saúde não se brinca e somente um médico pode dizer se é necessartio e os efeitos secundários.

  6. tenho uma filha com 3 meses. gostava de saber se a minha filha pode levar a vacina contra o virus!? e se eu apanhar o virus posso continuar a amamentar? tenho muitas preguntas a fazer sobre esta pandemia! porque receio pela minha filha!
    obrigado
    ate a proxima

    • Ola Vania, creio que se sua filha tem somente 3 meses é possível que vc tenha um pediatra que cuide dela, e aconselho vc a consultar-se com o mesmo p/ q ele possa lhe dar todas as orientações necessárias. Como sempre digo aqui no Portalis, sempre siga as orientações do seu medico.

  7. hUMMMMMMMMMM MAS AS CRIANÇAS COM O SITOMAS DOS CONTAGIOS VÃO FICAR EM REPUSO ATÉ QUANDO!!!!!!!!!!
    E como fika a infancia delas???????????????? sera prejudicada ou não?

  8. Gostei da abertura para os internautas tirarem dúvidas porém, percebi muitas perguntas descabidas. A população deveria, não só se informar, mas tomar todos os devidos cuidados.
    O comentário da Ana Paula que diz que enquanto as escolas estavam fechadas, outros estabelecimentos e ambientes estavam sendo procurados com mais intensidade… não seria o caso de fechar certos ambientes como: shoppings, cinemas, restaurantes, bares, etc.? Desta forma sim estaríamos evitando, de fato, que o vírus se propagasse.

  9. no momento que prorrogaram as aulas por causa da nova gripe, por que não fecharam os teatros e os museus? ninguem foi impedido de frequentar esses locais pois geram dinheiro para o governo ,prefeituras entre outros??? e agora querem descontar nos professores para que eles trabalhem pelo tempo perdido!! EMQUANTO AS ESCOLAS ESTAVAM VAZIAS AS PRAÇAS OS CINEMAS ENTRE OUTROS LOCAIS FECHADOS ESTAVAM SENDO PROCURADOS COM MAIOR INTENSIDADE E NAO TIVERAM NENHUM IMPEDIMENTO!!!!!!!! agora professores tem que repor aulas FALA SERIO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  10. eu gostaria de dizer q não gosto dessa influenza e vc sdevem achar a mesma coisa só gostaria de falar e dar um aviso a vcs,ajude a acabar essa gripe

  11. gostaria de saber ate quanto tempo o virus permanece vivo fora do organismo da pessoa?
    porque meu filho teve contacto com a namorada e ela estava enternada mas nao sabia que era a h1n1 tinnha sido medicada como se fosse virose. saiu do hospital e teve uma recaida voltou fez o exame e deu positivo so que tem + de 15 dias e gracas aDeus meu filho nao sintiu nada.

  12. Li o artigo e gostei muito. Sou professora e tenho filhos também, acho fundamental que as crianças estajam por dentro da realidade, mesmo que muitas vezes não compreendam, mas acabam fazendo as coisas da maneira que ensinamos a eles. Parabéns pelo artigo.

    • Giullyane, as medidas de prevenção são iguais para todas as pessoas, mesmo para as pessoas
      que tem necessidades especiais os cuidados de higiene devem ser iguais. Mantenha sua casa limpa, limpe bem o quarto do seu filho, evite contacto com pessoas que estejam com gripe, e
      lave as mãos frequentemente. Pode usar tambem toalhetes com alcool para desinfectar o local onde seu filho brinca, ou costuma ficar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here