Setembro é um mês de despesas extra, com o regresso às aulas. Receber um abono de família extra será uma mais-valia para as famílias que vão poder usufrui do mesmo para compensar as despesas com os encargos escolares.

Para além disso, e tendo em conta a situação atual do país devido à pandemia da Covid-19, os agregados que tiveram perda de rendimentos podem passar a ter direito a receber esta prestação ou, a receber um valor mensal superior, caso haja alteração do escalão em que se encontram.

Esta é uma medida que consta do Plano de Estabilidade Económica e Social. Saiba o que vai mudar nesta prestação:

Abono de Família Extra em Setembro

Quem tem direito?

Todas as crianças que façam parte do 1º, 2º e 3º escalão do abono de família.

Quando será pago?

Será pago de uma só vez no mês de Setembro.

Qual o valor do montante complementar?

Uma única prestação no valor correspondente ao valor base do abono de família. Por exemplo, uma criança que se encontra no 1º escalão e que receba mensalmente 49,95€, no mês de Setembro irá receber 99,90€.

Atualização em função dos rendimentos mensais

Em consequência da pandemia muitas foram as famílias que viram, de forma inesperada, os seus rendimentos sofrer uma quebra. De forma a garantir a proteção nestas situações, o Plano de Estabilidade Económica e Social prevê uma alteração no período de referência do abono de família.

O que muda?

O abono de família passa a ser atribuído em função dos rendimentos atuais, deixando assim de se ter em conta o ano anterior. O que fará com que as famílias que viram os seus rendimentos diminuir durante a pandemia passem a ter uma atualização de valor, caso mudem de escalão.

O que acontece atualmente? O valor do abono é calculado em função da idade da criança, do agregado familiar e do rendimento de referência do mesmo, determinando assim o escalão e que a criança fica inserida.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments