Antes de entrar neste universo de ser pai/mãe, certamente que achava estranho quando alguém falava que o choro do bebé tinha algum significado.

Depois de sermos pais tudo isso começa a fazer muito mais sentido, começamos a perceber que realmente cada choro tem um significado. No começo pode parecer desesperante, já que o bebé encontra no choro a sua principal forma de comunicação.

Há o choro da fome, da dor, da manhã, do sono e com a convivência nós conseguimos entender como lidar com cada um desses choros e identificar de longe cada um deles.

Não se preocupe, com o nosso artigo de hoje vamos falar mais sobre os tipos de choro para os papás de primeira viagem.

tipos-de-choro

Como lidar com o choro – tipos de choro

A primeira coisa que precisamos saber para lidar com o choro é entender o tipo, só depois podemos tomar ações efetivas.

Choro da fome: pode ser percebido quando o bebé está a três ou quatro horas sem comer, o cérebro começa a mandar o sinal de fome e por isso vai chorar;

Choro de cansaço: é um dos mais fáceis de serem vistos, já que antes dele chegar o bebé já mostra sinais de irritação, começa a esfregar os olhinhos e começa a bocejar. Nem sempre o choro de cansaço acontece na hora de dormir, o bebé nos primeiros meses pode cansar-se durante o dia;

Choro de desconforto: acontece quando o bebé está com a fralda suja, quando está com frio ou calor ou qualquer situação que lhe esteja a causar desconforto. Se junto com o choro o bebé começar a fazer movimentos o ideal é sempre tirar a fralda para ver como está, caso não tenha nenhum sinal de estar sujo, deve tirar ou tentar colocar uma roupinha (depende da temperatura do dia);

Choro de dor: é um dos mais fáceis de serem identificados, até porque a criança vai chorar até sentir que perdeu o fôlego, além disso, é um choro que pode vir acompanhando de gritos. Nesses casos tente verificar algum sinal aparente no corpo, ou mesmo levar a criança até um médico;

Incómodo por estímulos: Se o ambiente onde o bebé se encontra tem música muito alta, pessoas a falar durante muito tempo ou mesmo diversos objetos a que o bebé não está acostumado, isso pode causar irritação. Geralmente neste choro o bebé fica de olhos fechados;

Choro de bebé doente: é muito diferente do choro de dor, por exemplo, por aqui temos algo mais fraco ou mais manhoso mesmo;

Choro de solidão: é de fácil identificação, principalmente se o bebé chegou a dormir no seu colo ou na cama e acabou sendo levado para o berço, em situações como essas é natural que ele comece a chorar. Os bebés precisam sentir–se seguros;

Frustração: Os bebés também acabam chorando por frustração, sabia? Eles têm o desejo de alcançar brinquedos, colocar o pé na boca, entre outras coisas, quando não conseguem simplesmente começam a chorar para expressar a sua raiva por esse momento;

Choro de preocupação ou medo: é muito fácil e característico, ele acontece quando o bebé está pela primeira vez no colo de uma pessoa que ainda não conhecia. Este revela o desconforto do bebé por estar ali;

Choro de cólica: faz o bebé chorar por muito tempo, tanto de dia como de noite.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here