A educação da criança pode ser um desafio surpreendente! Estes pequenos conseguem, por vezes, ser bastante persistentes para levar a sua avante e podem conseguir enganar os pais mais atentos!

Além de saberem adaptar-se às necessidades da criança, os pais têm ainda que dar o seu melhor na educação da criança, para garantir que terão um filho bem-educado e preparado para a nossa sociedade.

Apresentamos-lhe, de seguida, os 5 erros mais comuns na educação da criança a evitar!

1. Desautorizar um dos pais

Este é um dos maiores erros que os pais podem cometer ao educar uma criança, que é bastante comum! Não o fazemos por mal, mas basta um desentendimento ou uma atitude com a qual não concordemos para nos esquecermos que a criança deve respeitar os dois pais e não apenas um.

Quando desautoriza um pai à frente da criança corre o risco da criança deixar de respeitar o pai, o que causará certamente dificuldades na educação da criança.

2. O exemplo vem de cima!

“Faz o que te digo, não faças o que eu faço”, apesar de bastante popular, este ditado não funciona com os nossos filhos.

Um grande erro na educação das crianças é julgar que estes não vão seguir os exemplos de os pais. Se diz ao seu filho que não deve colocar os pés em cima do sofá e depois coloca os seus…sabe o que vai acontecer não sabe?

Além dos pais, o seu filho pode estar sujeito a outros exemplos negativos, portanto deverá estar sempre atento.

3. Fazer a vontade à criança com birra

Quando a criança chora, grita e esperneia, acabamos por cair na tentação de lhes fazer a vontade! Ainda que isto possa ser positivo para o nosso humor, será uma péssima ideia para a educação da criança, pois esta vai-se habituar a que todas as vontades lhe sejam feitas.

4. Falta de explicações

As crianças são pequenas e por isso temos a tendência de não lhes explicar nada! Damos apenas uma ordem precisa, como “Não brinques com as tesouras”, mas muitas vezes nem dizemos porquê. A criança sabe que não deve brincar com as tesouras, mas não sabe que corre o risco de se magoar seriamente.

Explicar sempre tudo à criança, de uma forma simples, contribui para uma educação da criança mais eficaz e segura.

5. Expor os defeitos de um dos pais

Todos nós temos zangas e por vezes estamos tão zangadas com o nosso companheiro que apregoamos alguns dos seus defeitos. Esta atitude, apesar de comum, é péssima para a criança que se sente pressionada a escolher por um dos pais.

Mesmo no caso dos pais divorciados, os adultos devem sempre evitar que as crianças ouçam estas discussões, pois elas não merecem sentir a pressão de ter que escolher o “lado correto”.

A educação da criança está cheia de erros, pois faz parte da nossa natureza tomar, por vezes, decisões menos ponderadas.

No entanto, temos a certeza que com o tempo vai ser um mestre na arte de educar uma criança!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here