Será normal as crianças terem medo?

Sim, é normal que as crianças sintam medo às vezes.

O medo é uma emoção que pode ajudar as crianças a serem cautelosas.

Quais os principais Medos e Fobias na Infância

Felizmente, a maioria dos medos chega a estágios previsíveis e, com algum insight, você pode ajudar seu filho a superar seus medos e caminhar com mais confiança durante a infância.

Perante certas situações, nomeadamente, coisas novas, grandes, barulhentas ou diferentes, pessoas estranhas, a entrada na escola, podem parecer assustadoras no começo,  contudo, o medo é um sinal de que está ganhando consciência do mundo e tentando dar sentido a isso.

No entanto, os medos das crianças podem converter-se em fobias, afetando o seu desenvolvimento psicológico.

Felizmente, estes medos são de fácil resolução. Os pais podem ajudar as crianças a se sentirem seguras e aprenderem a se sentir à vontade.

Alguns medos são comuns e normais em certas idades e à medida que crescem algumas crianças sentem medo de mudanças.

O “cenário de ansiedade” de seu filho muda com o tempo.

medos-e-fobias-na-infancia1
Medos e Fobias na Infância

As ansiedades infantis mais comuns que as crianças provavelmente experimentarão em diferentes estágios do seu desenvolvimento são:

  • Ruídos altos ou movimentos bruscos
  • Grandes objetos iminentes estranhos
  • Separação
  • Mudanças na casa

Medos durante os anos pré-escolares:

  • O escuro
  • Barulhos à noite
  • Máscaras
  • Monstros e fantasmas
  • Animais

Medos durante os anos escolares:

  • Cobras e aranhas
  • Tempestades e desastres naturais
  • Estar sozinho em casa
  • Medo de um professor que está com raiva
  • Notícias assustadoras ou programas de TV
  • Lesão, doença, médicos, dentistas, tiros ou morte
  • Medo de fracasso e rejeição
medos-e-fobias-na-infancia2
Medos e Fobias na Infância

Como diminuir os medos em bebês ou crianças pequenas:

Na situação ideal, o mundo infantil é enquadrado pela segurança dos pais e uma sensação de calma.

Manter uma rotina previsível é uma forma simples de transmitir segurança à criança e, desta forma, diminuir as suas fobias.

Além disso, minimizar o número de cuidadores na sua vida também é importante.

A forte ligação com o seu filho, através do contato regular, contato visual e conversação ou canto, cria uma base de confiança, ajudando a inocular o seu filho contra a ansiedade futura.

medos-e-fobias-na-infancia3
Medos e Fobias na Infância

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here