Blog da Criança

Blog de conteúdos para crianças, jovens e adolescentes com artigos infantis e juvenis, dicas diversas e sugestões de jogos online para crianças.

Crianças - Meninos e Meninas

O que é dislexia?

Vocês sabem o que é dislexia? Dislexia caracteriza-se por uma dificuldade na área da leitura, escrita e soletração. A dislexia costuma ser identificada nas salas de aula durante a alfabetização. Recentemente foi publicado pela Editora Distema, O Método Fonomímico de Paula Teles,(O Método Fonomínico é um método fónico e multissensorial de desenvolvimento das competências fonológicas, de ensino e reeducação da leitura e da escrita) destinado a crianças com dislexias. Trata-se da obra mais importante publicada em Portugal na área de dificuldades de aprendizagem da leitura.

Para mais informações podem contactar a autora PAULA TELES  através do email: Paula.teles@netcabo.pt

Sites relevantes sobre este tema:

http://www.clinicadislexia.com

Dislexia

Dislexia Wikipédia

 

 

 

 

33 COMMENTS

  1. Ola. eu teho uma longa historia, eu tambem sou dislexica so que nao pareco te-la so em alguns casos. em pequena eu tinha graves problemas de escrita e de leitura mas isso foi ficando melhor desde que me disseram se nao me esforçasse chumbava no ano seguinte. eu lutei com unhas e dentes e consegui fazer um 5 e 6 ano muito bom. os anos que se sequiram ainda com algumas dificuldades com muito esforço ultrapassei. atualmente por problemas pessoais eu sinto-me malo e a dislexia ainda esta presente na minha vida mas eu nao desisto. eu faço ballet, faço muitas atividades,canto… tudo que eu amo. Desde crainça o meu grande sonho era ser bailarina mas como a vida nao permitiu eu estou muito triste porque nao faço o que eu gosto. tambem nao gostei nada que o meu pai nao me deixasse continuar a fazer ballet aquelas pontas aquilo e a minha vida em qualquer lado faço-o. cantar tambem e uma forma de deitar fora a minha vida infeliz e pronto aprendi a viver sem o olhar dos outros em relação a mim. eu gosto de ser bem tratada e quando nao sou fico muito triste mas ja consegui uma coisa na minha vida que todos os meus problemas emocionais e em relaçao a dislexia diminuiesse. queria fazer uma pergunta a dislexia nao pode desaparecer? e que eu gostava de saber para ver se desaparece, por isso vejam a minha vida a lutar por tudo e eu consegu com muito esforço e a chorar que tudo se conseguisse. eu andei em muitos psicologos em pequena atualmente nao ando mas o que eu aconselho as pessoas e que as psicologas nao ajudam nada a resolver este problema so estrovam mais e nao te deixam pensar que tu consegues que pensas de uma forma diferente mas chegas la. eu tambem me baralho quando chego a um teste tambem ja tive negativas mas nunca desisti. atualmente eu estou no curso de ciencias e tecnologias e esforço me e estou a entar ultrapassar tudo com tudo. todos nos conseguimos desde que queiramos desde que façamos o que gostamos. a dislexia ultrapassa-se nunca se esqueçam disso, apesar de ser dislexica eu ja quis ser escritora… sempre gostei muito deleitura de ler mas nada de matematica mas fui melhorando. obrigada isto e um comprovativo de vida, nunca deixem de fazer o que querem por causa de algo, é um erro .

  2. mas KAT, eu tenho medo de dizir. eu nem tiro negativas a nenhuma disciplina, nem sou a pior da turma, mas eu nao me comparo com os que sabem menos, eu comparo-me com os quesabem mais. existe uma na minha turma que anda sempre comigo, ela é uma aluna muito boa, ela tira a quase todas as disciplinas Muito Bom. e ainda à outra na minha turma que tira Muito Bom a tudo, mas mesmo tudo!! eu comparo-me com elas.
    olhe KAT eu já andei numa psicolga para a deslexia até ao 5º, os meus pais gastaram 5 mil euros com isso, e eu hoje olho para esses tempos, os meus pais despredissaram este dinheiro todo só comigo.
    existem colegas minhas com quem eu custumo andar na escola, a Madalena e a Venessa, nós podemos andar o dia todo juntas e elas diserem milhares de paralavras, e só digo 10, pk nao tenho nada de novo para lhes contar. elas falam que tem aquilo e mais alguma coisa, e eu olho para dentro de mim, e penso no dinheiro que os meus pais gastaram. pensso se eu nao fosse assim, eu poderia dizer milhares de frazes por dia, estar sempre feliz, ser divertida, ser inteligente.

    Ana Maria

    Fala comigo KAT por aqui

    • Ola Ana, sabe de uma coisa. Desde que o mundo é mundo, existem pessoas melhores e mais capazes do que nós, e isso acontece por várias razões. Mesmo que uma pessoa não tenha um problema como dislexia, ainda assim pode ter colegas que são superiores a ela a nivel de notas, inteligencia, rapidez de raciocinio, etc.
      Isso nao significa que um seja melhor ou mais capaz do que os outros. Nao podemos nos ‘remoer’ pq temos colegas que sao melhores do que nos em notas ou que falam melhor do que nos, eu fui uma miuda tímida quando pequena; pouco falava, tinha muita vergonha. Cada pessoa é de um jeito, eu tb era criticada, diziam-me que eu não tinha uma conversa fixe, que eu pouco tinha a falar, enfim…eu era assim. Claro q qdo eu via uma colega + popular q eu ficava chateada, mas a vida nos ensina tantas coisas. Tudo isso vc sente pq ainda é jovem e é natural ter estas aflições, com o tempo vc vai aprender que cada pessoa é um universo único, com defeitos, qualidades, habilidades e temos de aprender a conviver com isso, e no que nos for possivel melhorar fazermos por isso.
      Que bom que seus pais gastaram este dinheiro com vc, é sinal de que eles te amam e se preocupam em te ver feliz e melhor a cada dia. esse já é um bom motivo p/ se sentir feliz e nao culpada. Sabe de uma coisa? Ha pessoa q nao tem dislexia e nem por isso falam milhares de frases por dia.
      Não ter nada de novo para contar…..?! Hum e que tal se vc fizesse algo de que gosta muito? Por exemplo eu qdo miuda adorava ler, e fazer artesanato; aprendi as mais diversas coisas desde pintar tecidos, fazer bijuterias etc. Quem sabe se vc encontrasse algo que gostasse muito de fazer e se dedicasse a isso, podia depois partilhar com suas amigas.
      Ana, pense sempre numa coisa não se aflija pq a vida é linda, e é apra ser vivida bem e sermos felizes. Tudo tem seu tempo, não ha mal que sempre dure, nem bem que nunca se acabe. Espero ter te ajudado, e ter respondido a sua duvida. Um beijinho e volte sempre.

  3. eu confesso que tenho dixlexia, e já andei numa pesicolga até ao 5 ano. agora estou no 7 ano. sinto-me mal pois quase todos da minha turma tirao melhores notas e eu nao, mas nem tiro negativas. sou muito esquecida, confusa, nao percebo algumas coisas à primeira, … em fim muitas coisas!! quase todos os dias a chorar por ser “BURRA”, eu até me chamo “BURRA” a mim mesmo. quando alguem me chama burra mas sem querer dizer isso eu fico triste, e passaso 10 segundos vou para a casa de banho da escola chorar muito baixo. eu sinto-me mal com isto!! É dificil!! Eu às vezes até penso para que serve viver, porque para mim nao vale nada. Quando estou zandaga comigo mesmo até penso que ninguem gosta de mim!!
    e nunca disse isto a ninguem, já tive para dizer, mas depois fico com um nó muito grande na garganta e nao consigo dizer nada.

    Ana Maria

    • Ola Ana, sabe tendo ou nao dislexia, todos nos temos por vezes dificuldade em aprender alguma coisa. Uns tem mais dificuldade em matematica, outros portugues, outros ingles…cada um é como é.
      As pessoas que tem chama de burra, são ‘pequenas’ espiritualmente, são pessoas vazias, não dê importancia à quem não tem. Vc tem q compreender q se tem alguma dificuldade terá de por um bocadinho + de esforço em algumas coisas, mas isso nao significa que vc seja pior do que as demais pessoas. Muitas pessoas famosas tiveram dislexia e no entando hj são pessoas bem sucedidas na vida. Viver vale a pena sim, mesmo q os outros nos ponha para baixo. Nao ligue, siga sua vida e seja feliz. Você pode!

      • mas KAT, às vezes é um pouco díficil soperar isto tudo. e que eu me sinto inferior. eu nunca disse isto a ninguem que conhecesse, es a 1º pessoa a quem digo algo tão secreto para mim. muitas amigas perguntam-me o que se passa quando estou triste, e eu digo que nao tenho nada, e logo a seguir corro para um lado onde ninguem me veja a chorar.
        e muito obrigada KAT!!!

        • Ola ana, nao tens de se sentir inferior. Ninguem é melhor do q ninguem, sabe de uma coisa eu qdo era pequena era pessima aluna em matematica, mas péssima mesma, só tinha notas negativas. Sempre os colegas riam de mim, e me chamavam de burra. Mas superei, me formei na universidade de pedagogia aos 20 anos de idade, e muitos daqueles que riam de mim viram que eu me superei e venci. É assim q tu tens de pensar tb, todos nos temos alguma dificuldade de aprendizagem; vc ja procurou ajuda com alguma orientadora da sua escola, e explicou como se sente? Era bom q vc tivesse a orientação de alguem proximo de ti, para lhe explicar que isso que vc está a passar nao é nada grave; e q para tudo ha uma solução. Sempre quiser trocar ideias podes voltar aqui e escrever ta bem? 🙂 Boa sorte.

  4. olá,
    Tenho um filho de 12 anos que quando entrou para a primaria o 1º ano e sempre bom no 2º eu achei que ele dava mt erros ortograficos, ate a copiar falei com a prof. diz-me que ele nunca estava quieto na cadeira, e tinha sempre algo para se distrair, que poderia ser a adaptação eu ainda o levei a um neurologista estava tudo bem, hoje esta no 7º ano mas a DT no dia 10 chama-me para me dizer que o meu filho tinha que fazer um diagnostico para ver se tinha dislexia, estou mt triste porque eu naoentendida no assunto vi logo no 2º ano que algo nao estava bem com o meu filho,hoje pouco ou nenhum enteresse tem pela escola, pois ele esforça-se para tirar possitiva, eu estudo sempre com ele so que desta vez ele proprio se esta a sentir triste, porque tem se esforçado e as medias dos testes onde haja escrita nao passa dos 45% a melhor e matematia,nao sei o que fazer….

  5. ola ,descobri estes dias que o meu filho pode ter dislexia e nao sei muito bem como lidar com a situaçao …ele nao escreve as frases completas tem muita dificuldade em aprender e nao consegue estar concentrado nas aulas embora na leitura nao esteja assim tao mau le perfeitamente embora se engane algumas vezes ..gostaria de saber o que posso fazer pra o ajudar mais …..contactem me pra o meu email ………….

  6. tenho problemas de aprendizagem não consigo tira notas altas na faculdade,tem tiroide e ela mexe com o funcionamento do meu corpo faço tratamento com uma psicologa ,endocrinologista e procurei um neurologista.por favor mim a jude.sofro muito com os meus problemas.

  7. Olá
    Tenho dois filhos um de 15 anos e outro de 13, ambos com Dixlexia, já ficaram retidos 2 anos, na escola e todos os anos é o mesmo problema, chega ao fim do ano e estão sempre em risco de reprovar, eu como mãe estudo com eles e sei que eles sabem a matéria, no entanto trazem muitos testes negativas, embora eles estejam abrangidos pelo decrecto lei que despenaliza os erros ortográficos, mas o grande problema é que a maior parte dos professores não sabem lidar muito bem com estes alunos. Eu acho que para as crianças com dislexia, deveria contar mais a oralidade do que a escrita, mas isso não aconteçe o que conta são os testes e se os testes são negativos é negativa que dão, e muitas vezes reprovam o ano e por vezes sabem mais que outros alunos que passam. Por exemplo um aluno com dislexia se tem dificuldade em escrever em Português, muito mais dificuldade tem nas disciplinas de lingua estrangeira, no caso do meu filho mais velho está em vias de reprovar porque está com 4 negativas entre as quais Inglês e Espanhol que nunca conseguiu tirar positiva nos testes, no entanto fizeram provas orais e ele tirou positiva, mas vão dar-lhe negativa, porque os testes foram negativos, e ele vai acabar por reprovar o ano, e tenho a certeza que isso vai por afectar a auto-estima dele. Já me disse que se reprovar, não quer estudar mais…

  8. olá o meu irmão tem 15 anos e só agora descobriram que ele tem disléxia
    eu gostava de saber mais coisas sobre esse assunto.
    obrigada

  9. ola, estou no ultimo ano do curso de educação artistica e tenho, que apresentar um tcc. (trabalho de conclusao de curso)e vou abordar o tema dislexia, gostari que se possivel uma orientação, fico num breve retorno, grato.

  10. O meu filho tem 10 anos,aos 8 fez testes e foi diagnosticada dislexia em diversas vertentes, ou seja é transversal no estudo, desde a matemática, à escrita, ao desenho. Todos os sucessos são conseguidos através de muito esforço dele e da familia. Muitas vezes temos todos vontade de desistir, mas a prova que vale a pena é que ele também chega lá.Sim esta luta tem de ser diária e com acompanhamento profissional também vai melhorando, mas os progressos são lentos. Acho este blog importante porque nos surgem sempre questões. Aos pais que têm dúvidas sobre o facto de terem filhos dislexicos, consultem as clinicas ou os apoios da escola, façam o diagnostico e tirem as duvidas rapidamente. Estas crianças não são menos inteligentes que as outras mas enquanto não percebem o que se passa é assim que se sentem. E a auto-estima é algo que demora a construir mas rapidamente é destruida.

    • parabens cristina,amei o seu comentário,olha é de fundamental importância o apoio da familia nessa luta,e o seu filho não vai se sentir com a auta estima lá em baixo,como citado por você,por que ele percebe que a familia levanta o seu auto estima.OLha nem se preoculpe, que realmente esse tratamento é um pouquinho lento,mas…o mais importante é que vc vai vendo o resultado,isso de fato é válido.

  11. Tenho um filho com 8 anos, tá na 2ª classe. Na 1ª classe ele era o melhor aluno da classe, muito empenhado, atento e muito prestável para ajudar os outros. Tinha uma aprendizagem muito rápida e uma captação extraordinária para a matéria dada. Este ano está a ser horrível não liga a nada, não está minimamente interessado o que acham dele, não aprende nada em condições, aprende hoje ,5 minutos depois já não se lembra, manda erros incríveis e troca os Ps, pelos Ts. De resto tem uma boa leitura, mas demora séculos para fazer uma simples ficha, na qual os colegas dele demoram 10 minutos a fazer. Será desleixa, ou será, algo que eu não esteja a perceber de mais grave??? Por favor ajudem me estou muito preocupada.

  12. Ola
    Eu tenho deslexia,Agora tenho curso em gestao em inglaterra,Tenho 36 anos,mas consegue.O meu pai que era professor,ele teve que lutar para eu ter as mesmas possibilidades que os outros alunos,naquele altura ja se conhecia deslexia nos paises civilizados mas nao na nossa terra.

    Umas dicas aprender musica specialmente piano ou guitar,eu quando era pequeno tenha pouca concentracao,e perciso cativar o intresso,fazer um jogos a volta do ensino,comecar a pensar num metodo para estudar.Ditar textos,metodo para memorizar.

    O mais importante e pedir a escola tempo extra para fazer testes!E lei!

  13. olá!

    Tenho uma filha com 8 anos que frequênta o 2º ano com bom aproveitamento. lê muitissimo bem(aprendeu a ler e a escrever com facilidade).tem um nivel de cultura geral bastante acima da média(segundo o professor dela), a nivel oral expressa se muito bem, até aqui tudo bem.
    O problema dela são os erros ortográficos,são erros sem lógica,sºao palavras que hoje escreve errado, amnhã escreve de forma correcta e no dia seguinte já volta a escrever errado, ás vezes num mesmo texto escreve a palavra de forma correcta e errada. também dá erros a copiar.
    Tento corrigir e alertar, já não sei que mais fazer para a ajudar. o problema dela pode ser Dislexia?
    como posso ajudar la?

  14. Tenho um filho que lhe foi diagosticado dislexia. Quando entrou para a escola espelhava muito as letras,tudo servia para o distrair, e com o passar dos tempos notou-se o desinteresse pela leitura e uma tendência louca para o erro. Apesar disso sempre apresentou bons resultados na escola. É acompanhado de quinze em quinze dias pela Doutora. Noto algumas melhoras, mas não tantas como gostaria, Talvez o processo seja lento, ainda dá muitos erros e não desperta o gosto ou interesse pela leitura. Gostava de saber como lhe despertar mais interesse pela leitura. Se me poderem ajudar com algumas dicas.
    Os meus agradecimentos em avanço.
    Cumprimentos
    Anabela Godinho

  15. Olá Hélia,
    Como disse estou a fazer um estudo sobre dislexia que consistirá na criação de um blogue (em meados de Janeiro) destinado principalmente aos pais de alunos com esta problemática embora também vá contar com a participação de professores e especialistas. Será um espaço dedicado à troca de conhecimentos experiências e dúvidas e acho que pode ser benéfico para todos os pais que querem saber cada vez melhor lidar com a problemática dos filhos e ajudá-los a alcançar o sucesso escolar.
    Enquanto esse blogue não está activo poderei enviar-lhe informação ou se preferir especificar as suas dúvidas poderei deixar essa informação aqui também.

    Cumprimentos,
    Carla Maia

  16. Estou a realizar um estudo sobre as TIC e a Dislexia que incidirá sobre a criação de um blogue para a interacção entre famílias de alunos com dislexia no sentido de promover a partilha de saberes e experiências. No momento procuro possíveis interessados para participar do estudo: pais de alunos com disléxia do 1º ciclo do ensino básico.
    Para que futuramente se encontrem cada vez melhores formas de responder a esta problemática, é essencial a colaboração de todos os envolvidos.

    Os interessados devem solicitar mais informação através do E-mail csmaia1@gmail.com.

    Agradeço em antecipação,
    Carla Maia

    Agradeço a todos,
    Carla Maia

  17. Gostaria que me ajudassem no seguinte problema:sou professora de Português do 3º Ciclo/Secundário e foi-me solicitado pela Comissão Executiva que prestasse apoio a um aluno portador de dislexia profunda (confesso que nunca lidei com tal problema)a partir do próximo dia 27/10. Contudo, a escola possui três professores de Ensino Especial, com formação específica para lidar com a situação. Não tendo eu qualquer formação ou aptência (nem psicológica!) para tal, visto possuir Licenciatura e Mestrado apenas em Literatura, até que ponto será viável e produtivo para o aluno estar a ser acompanhado por um leigo no assunto? Estará a Comissão Executiva a agir com leviandade, quando este problema se reveste de complexidade?

  18. ola boa tarde
    tenho uma criança que lhe foi diagnosticada a dislexia.
    Um dos sintomas dectectados foi a constante falta de atenção, o não estar quieto e a necessidade de ter contacto fisico comigo quando da realização das tarefas escolares.

    SINTO QUE NÃO ESTOU PREPARADO PARA LIDAR COM O ASSUNTO DA MELHOR MANEIRA

    Se pudessem ajudar nesse sentido agradecia, ajuda através de algum centro que me informasse dos métodos a utilizar nesse acompanhamento

    A Criança tem 7 anos, vai fazer oito em breve e está no 2º ano(2ª classe), passou mas tem muitas dificuldades em ler

    Atenciosamente, aguardo uma breve resposta
    Obrigado

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de email não será publicado.

Blogger profissional. Editora de Conteúdos Web em Língua Portuguesa. Formação Universitária em Psico-Pedagogia, com especialização em Psicologia Infantil e História da Educação. Pós Graduada em Administração Escolar.
Não copie texto!