A micção involuntária

A enurese noturna é a micção involuntária que ocorre durante a noite enquanto a criança dorme, após a idade em que deveria ser capaz de controlar sua bexiga.

A micção involuntária que acontece durante o dia é conhecida como a enurese diurna.

A maioria de nós pensa em enurese noturna como algo que acontece com crianças pequenas. Mas esse problema afeta também muitos adolescentes.

Parece haver dois tipos de enurese durante o dia. Um grupo parece ter dificuldade em controlar o desejo de urinar. O outro grupo conscientemente demora a urinar até perder o controle. Algumas crianças têm enurese diurna e noturna.

Existem dois tipos de enurese em crianças:

  • A enurese noturna primária ocorre quando as crianças pequenas não têm controle da bexiga desde a infância. A maioria dessas crianças tem problemas de controle de urina apenas durante o sono; eles não molham a cama conscientemente, intencionalmente ou maliciosamente. Consequentemente, estas crianças não acordam a tempo de se aliviarem. Em outros casos, a enurese da criança pode estar relacionada a um distúrbio do sono.
  • A enurese secundária ocorre quando a criança estabeleceu o controle da bexiga por um período de, pelo menos, seis meses, depois recai e começa a molhar.

enurese-noturna1

Para ser diagnosticada com enurese, a criança deve ter pelo menos cinco anos ou ter atingido uma idade de desenvolvimento de cinco anos.

Abaixo dessa idade, problemas com o controle da bexiga são considerados normais.

Muitos casos de enurese desaparecem por si mesmos à medida que a criança amadurece, embora algumas crianças necessitem de tratamento comportamental ou fisiológico para permanecerem secas.

Os sintomas da enurese são diretos, a criança urina em lugares inapropriados ou em horários inapropriados.

As causas da enurese não são tão claras.

Um pequeno número de crianças tem anormalidades na estrutura anatômica de seus rins ou bexiga, que interferem no controle da bexiga, mas normalmente a causa não é a estrutura física do sistema urinário.

Algumas crianças parecem ter uma capacidade menor do que o normal de concentrar a urina, devido aos baixos níveis do hormônio antidiurético (ADH).

Este hormônio ajuda a regular o equilíbrio de fluidos no corpo. Grandes quantidades de urina diluída fazem com que a bexiga transborde à noite.

A enurese é um problema dos jovens e é mais comum em meninos do que em meninas.

Aos cinco anos, cerca de 7% dos meninos e 3% das meninas têm enurese.

Esse número diminui constantemente em crianças mais velhas; aos 18 anos, apenas cerca de 1% dos adolescentes experimentam enurese.

Estudos feitos em vários países sugerem que não há influência cultural aparente na incidência de enurese em crianças. Por outro lado, o distúrbio parece correr nas famílias.

As crianças com um dos pais que molham a cama quando criança têm cinco a sete vezes mais chances de ter enurese do que as crianças cujos pais não tiveram o transtorno na infância.

enurese-noturna4

A enurese é mais frequentemente diagnosticada em crianças porque os pais expressam preocupação ao médico da criança.

O pediatra ou médico de família fará um exame físico à criança para descartar condições médicas que possam estar causando o problema, incluindo anormalidades estruturais no trato urinário da criança.

O médico também pode descartar um distúrbio do sono como uma possível causa. Em muitos casos, o pediatra pode tranquilizar os pais da criança e dar-lhes conselhos úteis.

Relativamente aos tratamentos, apenas se poderá aplicar em crianças com mais de 7 anos.

Existem vários tipos de tratamentos, como a farmacológica administrada em crianças com idade superior a 6 anos e a comportamental, com métodos de recompensa, programas de treino de retenção urinária e técnicas de psicoterapia, entre outros.

Os pais têm um papel importante na resolução deste problema.

Acima de tudo, devem ajudar a criança a ultrapassar a situação e sem transformar este problema numa experiência traumatizante.

enurese-noturna3

Algumas dicas importantes podem ajudar o seu filho(a) a ultrapassar este problema da melhor forma possível:

  1. Mostrar ao seu filho que existem outras crianças da idade dele com o mesmo problema, que acabam por conseguir resolvê-lo.
  2. Deitar  a criança sempre à mesma hora e instituir a rotina de ir à casa de banho antes de dormir.
  3. Limitar a ingestão de líquidos a partir do final da tarde.
  4. Oferecer pequenos prémios simbólicos como recompensa por cada noite em que a criança não molhar a cama.
  5. Existem alguns alarmes concebidos para ajudar no processo de controlo dos esfíncteres que têm demonstrado ser eficazes. Aconselhe-se com o pediatra.

Convém lembrar que castigar ou culpar o seu filho por ter molhado a cama não é positivo nem ajuda a tratar a enurese noturna.

Pelo contrário, os pais devem recompensá-lo pelos sucessos que vai alcançando.

enurese-noturna2

.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here