Hoje é um dia muito especial para nós pois é o Dia Mundial da Criança, uma data que merece ser celebrada não somente para se ganhar um mimo ou uma prenda, mas lembrarmos que as crianças são o futuro do nosso planeta e por isso devem ser orientadas para que tenhamos um mundo melhor, mais feliz, mais ético e mais preservado.

Também é um dia especial porque completamos 1 ano com o nosso projeto «Ensinando uma criança a viver», uma parceria entre o Blog da Criança, a Sehiarpo Associação e o Clube das Estrelinhas. Obrigada à todos que participam deste projeto, e meu agradecimento especial a Yolanda Castillo a criadora de do projeto e autora de todas estas lindas histórias que partilhamos mensalmente com os nossos amiguinhos.

dia-mundial-da-crianca-

clube-das-estrelinhas

Os pais transformam-se em crianças!

Os adultos são muito aborrecidos e pouco flexíveis, em realidade não sei porque todos os meus amigos desejam ser adultos.
Vejamos, todos os dias os adultos acordam cedo e a maior parte para ir trabalhar e fazer sempre o mesmo. Já imaginaram fazer sempre a mesma coisa todos os dias?

Eu não! Além disso estão sempre stressados, não param de correr de um lado a outro, dizem não poder arriscar perder uma oportunidade que eles consideram tão importante como a própria vida.

Poucas são as vezes que os ouvimos rir ou dar uma gargalhada, estão demasiado preocupados e a mim preocupa-me seriamente um dia ser como eles! Não me imagino passar um só dia sem rir, sem procurar momentos incríveis e únicos.

Os adultos nunca têm um segundo para disfrutar da vida e do planeta. Sim o planeta é a nossa maior casa, aquela que compartilhamos com imensas pessoas, isso disse-me a Professora Olívia.

Mas há uma coisa que eu não entendo. Se o planeta é a nossa casa porque os adultos não cuidam melhor dela? Sim, sim… a minha mãe está sempre preocupada que a nossa casa esteja a brilhar mas nunca a vi sair com uma escola para fazer um percurso na natureza com o objetivo de deixar tudo limpinho. Não entendo estes adultos!

Há imensos casos de que os adultos não podem passar muitos tempo com os sues filhos, têm sempre a mesma desculpa…têm muito que fazer.
Estas reflexões estão muitas vezes às voltas na minha cabeça e a maioria atordoam-me. Os meus pais fazem parte deste grupo de adultos, correm de um lado para o outro. A minha professora chamava-os frequentemente à escola porque eu estava sempre com a cabeça na lua. Na verdade a minha cabeça ocupava-se das reflexões que vos estou a contar.

O Dia Mundial da Criança aproximava-se e como todos os anos na minha escola as surpresas eram muitas…parques insufláveis, palhaços, música…e este ano não foi diferente. A professora Olívia e todas as outras tinham sempre em conta as reflexões que os meninos tinham ao longo do ano acerca do mundo dos adultos. Pois sabiam que tudo isso nos inquietava e entristecia por isso este ano a festa do Dia Mundial da Criança foi programado para pais e filhos e tinha uma condição especial: “ É obrigatória a comparência de todos os pais e a participação dos mesmos pelo menos em duas atividades com os seus filhos. Quem não estiver interessado em participar por favor não tragam os seus filhos esse dia à escola, pois vão sentir-se diferentes.”

Os pais ficaram muito surpreendidos com esta nota, mas como todos eles nos amam, todos decidiram participar. Afinal hoje era o nosso dia. Havia pais de cara pintada, cantando com os seus filhos, pulando nos insufláveis, jogando…havia risos por todo lado. Foi o que mais se ouviu ao longo do dia.

Os nossos pais estavam a agir como verdadeiras crianças. Deixaram sair para o exterior todas as lembranças e sorrisos de meninos que estavam adormecidas no seu interior há muitos anos.

Para a grande parte de nós foi um dia inesquecível e tão feliz que os nossos corações explodiam.

Muitos pais aperceberam-se do importante que é ter pequenos momentos diários de alegria com os seus filhos, saindo do seu mundo de adultos porque só assim pais e filhos podem ser cúmplices, amigos e principalmente uma família feliz.

É muito importante que os pais se lembrem que têm uma criança no seu interior e mais ainda que recordem que quanto mais unirem a sua criança à dos seus filhos mais ligeiras serão as situações do dia-a-dia.

O Clube das Estrelinhas
https://www.facebook.com/Oclubedasestrelinhas
http://www.oclubedasestrelinhas.comunidades.net/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here