Ainda em homenagem ao Dia Mundial da Água, o Blog da Criança traz para vocês mais uma linda história que nos ensina a respeitar e a valorizar nosso bem mais precioso, a água.

Esta é mais uma bonita contribuição do «Clube das Estrelinhas» para o projeto «Ensinando uma Criança a Viver» que tem como objetivo formar a consciência das crianças para um mundo melhor e mais ético.planeta-azul-clibe-das-estrelinhas

Pequeno Planeta azul

Sou uma gota de água, das muitas que existem em todo o Planeta. Eu tenho noção do importante e valiosas que nós somos, cada uma de nós, para que exista um mundo melhor e para que todos possam viver o melhor possível, mas e vós? Também sois conscientes de tão mágicas que nós somos, cada uma das gotas de água?

A verdade é que nem todas as crianças são conscientes, por isso decidimos neste dia tão especial, no qual se celebra o nosso dia, visitar algumas crianças dos cinco continentes para contar-lhes mais sobre a água.

Eu fiquei com um dos casos mais difíceis, Carlos, um menino alemão de 9 anos. A mim deixou-me muito triste ver como ele gasta a água e a contamina sem ter noção do que faz e de que muitas outras crianças não poderão bebê-la ou cozinhar com ela, porque a água ficará suja e perde todas as propriedades curativas. Não sabíeis que a água tem propriedades curativas? Sim! Muitas!

Cada gota de nós é essencial para curar. Por exemplo, quando vocês caem quando estão a brincar no parque, a primeira coisa que vossos pais fazem, é lavar com água corrente a ferida, para que não se infecione. Pois claro! Porque a água limpa-a em profundidade. Mas o mais importante não são as coisas nas quais a água os ajuda externamente, como manter vossa higiene, ter a pele limpa, lavar os dentes, etc., mas sim que cada gotinha de água tem um papel muito importante dentro do vosso corpo, porque sem a água o vosso corpo adoeceria e não conseguiria viver. Isso é o que acontece a muitas crianças como vós que não têm a possibilidade de ter água potável para beber, por isso vamos contar ao Carlos, a ver se assim deixa de contaminar a água.

Viajando, viajando cheguei a Alemanha, a um parque próximo da casa de Carlos, onde ele costuma estar. Ali estava ele, deitando na água sprays, aguarelas e outras coisas que contaminam muito a água. Surpreendeu-se ao ver-me e perguntou-me quem eu era e o que estava a fazer ali.

Eu apresentei-me com muito carinho e disse-lhe:

• Carlos, porque sujas a água?

• Eu não sujo a água, para além do mais há muita gente em todo o mundo que o faz, eu só venho aqui verter as tintas porque gosto de ver como se dissolvem na água as cores e como vão pelo rio – disse Carlos.

• Repara – continuou a gota de água. Mesmo que não o faças com a intenção de prejudicar e apenas porque gostas de ver as suas formas na água, isso contamina Carlos, porque todas as águas do mundo estão conectadas entre elas e os resíduos viajam através da água. Sabes o que acontece quando muitas pessoas deitam lixo na água?

• Eu não deito lixo na água – interrompeu Carlos.
• Não, mas contamina-la doutra forma. Tudo em conjunto são resíduos que prejudicam a água e também a ti e a todos os animais, plantas….

• A mim e aos animais? – disse Carlos – Porquê? Não entendo gota de água.

• A água corrente dos mares, rios, lagos, etc., penetra na terra e dela nascem plantas, árvores ou flores. Na terra também cultivam legumes e verduras, que depois os humanos comem, assim como outros animais. Por isso, se a água está contaminada, é difícil que cresçam os vegetais e árvores, ou fazem-no estando doentes e isso também te prejudica a ti, à tua volta e a outras crianças. Porque há zonas ou países do mundo em que a água está tão contaminada que não crescem os cultivos para as pessoas se alimentarem, nunca viram flores, dificilmente crescem árvores e o pior é que não podem beber essa água porque está muito contaminada. Imagina se tivesses de beber a água em que deitas as aguarelas.

(Carlos ficou com uma cara muito triste)

• Claro que não! Pois pensa que a outras crianças do mundo só lhes chega água nessas condições. Eles passam muita sede!
Para além do mais, todos os animais bebem água corrente e podem adoecer ou inclusive morrer, porque a água contamina enormemente os seus corpos. Ah! E não nos podemos esquecer dos animais ou espécies vegetais que vivem no mar, nos rios ou nas suas margens, ficam muito contaminados, que em alguns rios há muito tempo que nem peixes há, devido à água estar muito contaminada, não é potável e eles morrem.

• Já entendo gotinha – disse Carlos – se todos tentarmos cuidar da água, colaboramos com o meio ambiente e com nós mesmos.

• É indispensável que todos cuideis dela, porque se ela está contaminada, a vida seria muito difícil. É importante que tenhais consciência, sobretudo as crianças – Disse a gota sorrindo.

• Porquê gotinha? – Perguntou o menino.

• Porque vós sois o futuro do planeta e tereis de cuidar de todo o planeta, incluindo a água, com noção do que a prejudica e de como mantê-la potável.

Carlos aprendeu com a gotinha, tudo sobre a água e junto com outras crianças, tentou ensinar a todas as crianças o que nunca se devia fazer. Foi cuidadoso e tornou-se voluntário de uma associação para o cuidado ambiental em geral, mas sobretudo para ajudar a água. Ele promovia a saúde do pequeno planeta azul, para que a água continue brilhando.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments