A adolescência é conhecida por ser uma fase com muitos problemas, o momento é de transição, onde novas responsabilidades são atribuídas, mudanças corporais, hormonais e até mesmo a formação da própria opinião vai se fortalecendo por aqui.

Como se não bastasse tantas mudanças, o adolescente se sente cada vez mais na obrigação de tentar se enquadrar em um perfil social e mediático. A aceitação é um processo importante nessa fase e nem sempre ela acontece.

As mudanças por aqui acontecem todo o tempo até chegar na idade adulta, por isso é comum a adolescência ser composta por fases.

É importante para os pais e cuidadores entenderem e acompanharem de perto cada uma delas, já que o número de suicídio na adolescência é alto.

Não-tolerância-a-frustração-scaled

No artigo de hoje você vai entender alguns problemas na adolescência, comuns nessa vida tão complicada. Confira.

1 – Questões de auto-estima / auto-imagem

As questões de auto-imagem e aceitação são recorrentes durante o período da adolescência. Como mencionado, o adolescente tem uma necessidade de sentir-se aceite.

Porém, com todas as mudanças corporais, é normal que o adolescente dê ênfase as coisas consideradas “problemáticas” do seu corpo. Nessa fase o bullying ainda acontece, o que pode piorar ainda mais essa situação.

Não podemos esquecer ainda as redes sociais, que através de influenciadores digitais vêm trazendo um resultado negativo quando o assunto é a auto–estima de crianças e adolescentes.

Como resultado temos ansiedade, depressão, insónia e outros problemas que podem ir se arrastando até a idade adulta se não forem tratados.

A escola tem um papel importante nessas questões, bem como a família, mas um psicólogo nessas horas pode ser o ideal para que o adolescente consiga se expressar, elaborar seus sentimentos e passar pelo processo de aceitação.

2 – Não tolerância a frustração

A tolerância a frustração acontece ainda na infância, o bebé já começa a sentir que o mundo não gira ao seu redor com pequenas perdas.

Mas na adolescência o desejo de que as coisas sejam do seu jeito, podem voltar, por isso os comportamentos rebeldes acontecem.

É comum que adolescentes não saibam ouvir um não, questionam os pais e demonstram comportamentos rebeldes quando são contrariados.

Esse mecanismo vai continuar todas as vezes que os pais acabarem cedendo as vontades do adolescente. É preciso ser firme com o não e até mesmo com o castigo, essa é a melhor forma do adolescente entender que quem manda ainda são seus pais.

3 – Ansiedade / depressão

Pela pressão social ou mesmo por acontecimentos familiares, é bem comum que o adolescente se sinta depressivo e / ou ansioso. Os índices aumentaram de forma significativa nos últimos anos, o que eleva ainda mais a taxa de suicídio.

É preciso que pais e cuidadores saibam identificar sintomas, muitos pais costumam banalizar o que o adolescente sente, achando que ele não tem motivos para ser depressivo, por exemplo.

Nessas horas a família precisa de ajuda profissional, além de se mostrar do lado do adolescente a todo momento.

Temos um artigo completo no nosso blog sobre ansiedade e depressão na adolescência, se quiser saber mais procure aqui.

4 – Isolamento

O isolamento é outro dos problemas na adolescência, principalmente em casa. Muitas vezes o adolescente não gosta mais de passar tempo com os pais, vive trancando no quarto e afins.

Tudo isso é considerado natural e de fases, justamente pela construção do seu pensamento crítico e opinião própria. Para os pais a dica é sempre propor novas atividades, mas sem forçar a participação em nenhuma delas.

Tentar abrir o diálogo é outra forma interessante de trazer o filho para perto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here