Imperdível para as crianças portuguesas as apresentações de 3 peças de teatro infantil em conformidade com o Ano do Brasil em Portugal. Integrados na Mostra de Teatro do Brasil, os três espectáculos infanto-juvenis estão em cena no Teatro D. Maria II, em LISBOA, às 11h na Sala Estúdio, nos dias 6 e 7, e de 12 a 15 de dezembro de 2012.

ano-brasil-portugal

Vamos conhecer novos caminhos para a imaginação e o “faz-de-conta” do outro lado do oceano, com histórias de autores tão conhecidos como Clarice Lispector.

fala-bicho-teatro-infantil-em-portugal

* FALA, BICHO!

– 6 de dezembro de 2012 (5ª feira)

Bichos que cantam e declamam. As histórias de Fabio Sombra, Silvia Orthof e Leonardo Boff fornecem linha e panos para as costuras do grupo. A partir da ideia de transformar histórias de livros em tapetes tridimensionais que contam histórias, os tapetes, confecionados a partir das sugestões de lendas e contos de vários lugares do mundo, visitam praças, escolas, bibliotecas, hospitais, teatros e eventos. Tem ciranda no brejo e tapete novo na roda. Esplendor na mata e confusão na Av. Atlântica. Viola caipira, buzinas, cacarejos, pios e coaxos dão enredo ao proseado.

a-peleja-teatro-infantil-em-portugal

* A PELEJA DO VIOLEIRO MAGRILIM COM A FORMOSA PRINCESA JEZEBEL

– 7 de dezembro de 2012 (6ª feira)

Governado pelo cruel Percival, aquele reino guardava um apavorante segredo, até ao dia em que um violeiro caipira decide cruzar os seus portões. Para desvendar o mistério e conquistar o coração da formosa princesa Jezebel, Magrilim vê-se envolvido numa perigosa disputa. E ai dele se for derrotado, pois um final terrível é reservado aos perdedores…
Utilizando um belo tapete que representa o reino de Jezebel, tecendo encantamento e diversão, conta-se uma história de amor e de bravura, renovando a tradição e resgatando o encanto dos grandes clássicos de literatura de cordel.

* COMO NASCEM AS ESTRELAS

– 12 a 15 de dezembro de 2012  (4ª a sábado)

Clarice Lispector é autora de uma obra preciosa e inesgotável. O seu último trabalho para o público infantil foi o livro Como nasceram as estrelas, em que reconta 12 lendas do folclore brasileiro. O espetáculo Como nascem as estrelas encena seis das lendas do livro. A peça traz para o palco o encontro entre uma das mais importantes escritoras da língua portuguesa e a cultura popular, realçado por música instrumental tocada ao vivo. Apresenta ao público lendas que encantam gerações após gerações há séculos, agora enriquecidas pela arte de uma das maiores escritoras da língua portuguesa. O texto de Lispector é encenado sem adaptação e podemos assistir na peça aos macacos, onças e jabutis que habitam as lendas brasileiras dizendo a prosa e a poesia da autora sem nenhuma cerimónia. A música tocada ao vivo foi inspirada na cultura indígena e promove uma deliciosa interação estética ao misturar o clarone e o violino a tambores e maracas.

Fonte e Imagens: M Public Relations

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here