Toda mãe sabe que é muito normal o bebé regurgitar ou até mesmo vomitar. Mas o que poucas mães sabem é que esse regurgito ou vômito pode ter uma causa definida que se chama refluxo gastro-esofágico. Geralmente o refluxo gastro-esofágico acontece até o primeiro ano de vida dos bebés. Mas existe uma diferença entre o refluxo esofágico normal e a doença de refluxo gastro-esofágico.

No caso da doença do refluxo gastro-esofágico, o refluxo é provocado pelo defeito ou mal funcionamento de uma válvula localizada na entrada do estômago, que se chama cárdia. Todas as pessoas têm essa válvula. O que acontece é que após a passagem do alimento essa válvula deveria se fechar, impedindo que o alimento juntamente com o suco gástrico volte para o esôfago e chegue até a boca.

Ou seja, pode acontecer de o recém-nascido ou ter nascido com algum problema nessa válvula ou até mesmo não funcionar em condições ideais. Então, após a passagem do alimento a válvula abre com facilidade, mesmo depois de o bebé estar alimentado e satisfeito.

Os primeiros sinais do refluxo é o acto do bebé deitar ou começar a sentir pressão no abdômen, começar a tossir e como conseqüência da tosse aparece o vômito. É esse acto, o da volta do conteúdo do estômago que é chamado de refluxo gastro-esofágico.

Mas como dissemos no início deste post, não são todos os vômitos que podem ser descritos como refluxo gastro-esofágico. Você vai diferenciar o refluxo normal do refluxo gastro-esofágico pela quantidade de matéria expelida pelo bebé, já que no caso do refluxo é muito maior do que o de um leve refluxo naturall. Além disso, ele vai ter uma contratura na musculatura do abdômen.

Portanto temos dois tipos de refluxo gastro esofágico:

1- O primeiro é chamado de refluxo normal. Ele acontece muito em bebés saudáveis e se caracteriza por um vômito leve, após a alimentação. Ele acontece pela entrada de ar durante a sugação da mamadeira ou do peito. Por isso mesmo é importante que ele arrote após se alimentar para liberar esse ar e mame sempre em uma posição que não sugue ar; a boca dele deve envolver todo o bico da mamadeira ou dos seios. É interessante também você deixar ele ereto durante 30 minutos para que o ar seja expelido naturalmente e não leve o alimento junto.

2- Já o refluxo patológico é acompanhado de aumento de peso, perda do apetite, além de problemas na hora de respirar e choro sem justificativa aparente. Esses sintomas são conseqüência da inflamação do esôfago causada pelo ácido proveniente do estômago que entra em contacto com o esofago na hora que há o vômito.

O mais importante de tudo é que o refluxo gastro-esofágico melhora com o passar do tempo. Ou seja, com quase um ano de idade o seu bebé não terá mais nenhum sintoma e viverá uma vida sem os males do refluxo. É por isso que muitos pediatras caracterizam o refluxo gastro-esofágico como apenas uma fase.

Saiba mais sobre Refluxo Esofágico em:ABC do Bebe | Refluxos

2 COMENTÁRIOS

  1. ainda nao levei num especialista mais acho que meu filho de tres meses tem refluxo patologico ele mama e quase sempre colocar para fora em grande quantidade o problema e na hora de colocalo para dormir de bruço ou com a boca para cima resumindo e a morte subita nao posso coloca-lo para dormir de boca para cima devido o refluxo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here